E se eu não for como todas as blogueiras?

Olá amores, tudo bem?

Desde que o mundo de blogs está na mídia, muitos estão rotulando as blogueiras de modo geral. Mas nem todas precisam falar de moda, andar com roupas de marca, gravar stories o dia todo ou até mesmo, expor a vida pessoal.

Ser blogueira vai muito além de simplesmente criar um conteúdo na internet. Atrás da tela existe uma pessoa que também tem seus momentos de baixa autoestima, preguiça e medos. Existe alguém com coração que sente muito com as críticas que recebe de pessoas que não sabem nem mesmo um terço de sua verdadeira realidade.

Eu estou aqui escrevendo para vocês, de cabelo para o alto, pijamas, com as unhas por fazer. Estou animada e ao mesmo tempo com medo da volta do blog e do canal. O que eu sinto é o mesmo que todas as minhas blogueiras preferidas também sentem. Não somos imunes e nem super-heroínas. Muitas, como eu, precisam trabalhar fora, outras precisam ser mães e esposas. Nós estamos aqui lutando pelo nosso sonho, que é ser reconhecida pelo nosso conteúdo, pela nossa criatividade, nossa personalidade, e claro, também pelo nosso conhecimento em um determinado assunto.

Quando você for encontrar uma criadora de conteúdo, seja pessoalmente ou em alguma rede social, não julgue. Seja humano e estenda a mão, porque ali tem alguém como você, que está expondo seu conhecimento na internet em busca de um sonho.

Espalhe o amor na Internet, lembre-se que por trás da tela, existe alguém que tem sentimentos, assim como você.

Respeite o conteúdo e a profissão de blogueira, não é tão simples como parece.

Espero que vocês gostem e se sintam acolhidos!

 

Beijocas

Posts Relacionados

Deixe seu comentario

Comentarios

Deixe uma resposta